SOM

Posted: domingo, 17 de maio de 2009



Não tenho nome
não sou de ninguém
mas ando com você
Sei que sou a lira dos corações
a cuíca dos carnavais
Berimbau, berimbau
harpa dos anjos navegantes
o minuto da morte
o apito das fábricas, a aleluia

Não tenho nome
Não sou ninguém
Mas ando com você
Sou ronco dos automóveis
O trem e a partida estação
Canção de neném mamãe
Gemido falta de leite a fome

Não tenho nome
não sou de ninguém
mas ando com você
a porta fechada que range
Miado da gata no telhado
Berrante e o cajado
Brisa e vento no mar
Orquestra platéia
Aplauso, fim de cada ato

Não tenho nome
não sou de ninguém
mas ando com você
guizo das mentiras, chorinho
Pegadas do menino pela estrada
Farfalhar das folhas, medo
Brasa, fogo e incêndio
Veredicto das vítimas
Baque no asfalto do suicida
Ecoando socorro, sirene

Não tenho nome
não sou de ninguém
mas ando com você
Você não vive sem mim
Pulso alegria e desalento
Precisas de mim
mas eu posso me calar
Sem chorar

Quem sabe eu seja
o silêncio gritando
por você

cintia thome




.
Imagem NÃOSOUEUÉAOUTRA A HERNANDEZ, LISBOA , PORTUGAL

8 comentários:

  1. Marcos Pontes 17 de maio de 2009 13:25

    Eu chamaria "som". Percebeu que a cada imagem evocada, existe um som, uma onomatopéia escondida?

  2. Anônimo 17 de maio de 2009 15:35

    Sim Marcos originalmente coloquei som...mas achei que ficaria obvio, mas já gravei e dei o Título de "SOM"
    Obrigado por me dar certeza.
    cintia

  3. Compulsão Diária 17 de maio de 2009 16:52

    Gostei do som..mas berimbau é com E rssssssssss
    tá "massa". cro do som, cor de Bahia, Cíntia que acho vc traz, sem saber, nesses olhos cor de folha desses verdes daqui

  4. Compulsão Diária 17 de maio de 2009 16:52

    cor do som

  5. Olhos de Folha Minha 17 de maio de 2009 19:52

    Pô Teacher como pude errar Be por Bi, são coisas de quem fica animada quando se sente pimenta e chocolate, aquela mistura baHiana DE SAMPA, rs
    me atrapalho toda, rs
    mas vamos pensar que tem
    Biatriz e BEatriz, né Beazinha, rsss

    Ok, gostei ,
    pode falar mais sempre
    CORRIGIDO

  6. Joe_Brazuca 17 de maio de 2009 23:03

    deixa eu me meter e"siachar" por aqui...(rsrsrsrsrsrs...)

    então, Cintia

    vc sabe : minha praia é o bendito som !
    mas...
    de todas as especializações que fiz pra enteder o que é o "som" ( engenheiro de áudio, física acústica, isolamento, regência, e o escambau...rsrs)
    NUNCA VI UMA DEFINIÇÃO TÃO PERFEITA, PRECISA, LINDA E EMOCIONANTE do que é o som !

    Deveria ter escrito esse texto/poesia ha alguns anos atrás, e nos conehcido tb, pr'eu levar essa belezura e "esfregar" na cara de alguns professores que um dia tive !....rsrs

    lindo, Cintia...isso é ser poeta !
    bj
    Joe

  7. Marcelo Novaes 18 de maio de 2009 13:35

    Cintia,



    Gostei da cadência e do ondular do som.


    :)




    Beijos,







    Marcelo.

  8. Anônimo 18 de maio de 2009 22:29

    Realmente Joe o som é necessário para sentir mais a vida, ele voa,
    vem com o gesto, mas se nao houver som nem o proprio silêcio existirá....obrigado...
    Cintia Thome
    Obs: sorry, estou hj fora de casa e correndo por isso sem login e sem lap

BlogBlogs.Com.Br