Inesquecível

Posted: terça-feira, 5 de maio de 2009

Parceiros da Poesia Aberta, eis aqui a 2a. edição do "Inesquecível"- mexidinha básica na forma do poema. Melhorou? Ficou na mesma? Ou a 1a. edição estava mais clara? Aguardo, aí a intervenção,ok?

Algumas coisinhas dentro do seu armário

estão ocupando espaço

secando abraços

fechando os passos

para um novo amor.

Aquelas coisinhas se remoem
ainda
há anos

e
são danos
que
você come
e
noites que dorme
em panos
molhados.

No passado
em pranto

Quando
não é pra tanto.


Toca Fogo!

Neusa Doretto

4 comentários:

  1. Olhos de Folha Minha 5 de maio de 2009 21:27

    Coisa mais linda,, mais que linda...é você e seus poemas intimistas e que me enche de pranto nesse momento...
    bjus

  2. Compulsão Diária 5 de maio de 2009 22:22

    Inesquecível é como neve que ferve.
    Creme batido em branco dissolve-se
    em tinta e volta pra dentro do armário

  3. Joe_Brazuca 6 de maio de 2009 01:25

    se não é pra tanto, é tanto tão belo seu inesquecivel, que acupou todo espaço do meu presente, no entanto...

  4. Marcos Pontes 6 de maio de 2009 19:39

    Fazer o cotidiano virar poesia sem cair nas armadilhas do caminho fácil e do pieguismo desfraldado, é pra poucos.

BlogBlogs.Com.Br