Diz que

Posted: quinta-feira, 14 de maio de 2009


Era mínimo

mas já existia

Tornou-se pequeno

e ela não via

De pequeno

ficou mediano

mas o pano cobria

Eu vendo

ela não via

o sonho tirando a vida

que ela vivia


Neusa Doretto

4 comentários:

  1. Compulsão Diária 14 de maio de 2009 13:25

    Bom jogo de esconde-esconde

    Bom jogo de versos.

    Poesia bem jogada.

    E sonho intrometido, esse, hein?;))))

  2. Marcos Pontes 14 de maio de 2009 17:41

    E continua crescendo... Um dia conseguirei escrever assim.

  3. Joe_Brazuca 14 de maio de 2009 18:30

    Um dia conseguirei escrever assim.
    (II)


  4. neusadoretto 14 de maio de 2009 20:36

    Ah, vocês dois,hein!!!!!! Obrigada pelo "carinho de turma"!!

    bjs
    Neusa

BlogBlogs.Com.Br