Ele

Posted: domingo, 24 de maio de 2009
Ele veio sem pressa.
Caminhando entre estrelas
parando aqui e acolá
para orvalhar
uma ou outra roseira.

Quando chegou
tinha os cabelos
molhados de luar.
E no bolso esquerdo
um raio de sol
que colocou nas minhas mãos
com tanta ternura
como quem deposita um beijo.

Por isso
acordei
com este brilho no olhar.
(Alcinéa Cavalcante)

4 comentários:

  1. Marcos Pontes 25 de maio de 2009 16:09

    Singelo e (desculpe, Neusa) pueril. Simplicidade de paixão de adolescente num casamento de palavras e sentimentos adultos.

  2. Bea - Compulsão Diária 25 de maio de 2009 16:26

    Brilhos de pressa, muitas estrelas, orvalho e beijos. Tanta ternura! Eu não gostaria de acordar;))

  3. Joe_Brazuca 25 de maio de 2009 16:57

    Anjos existem e insistem !...
    Quem disse que não ?

  4. Marcelo Novaes 27 de maio de 2009 14:06

    Alcinéia,



    Palavras orvalhadas como flores.


    :)





    Beijos,







    Marcelo.

BlogBlogs.Com.Br